João de Deus é condenado a 40 anos de prisão por estupro de cinco mulheres

Esta é a terceira sentença contra ele, sendo a primeira por estupro e outra por posse ilegal de arma.

| TOP MíDIA NEWS/THIAGO DE SOUZA


Crédito: Reprodução Record TV

O médium João Teixeira de Faria, o ''João de Deus'' foi condenado, nesta segunda-feira (20), a 40 anos de prisão. Ele foi responsabilizado pelo estupro de cinco mulheres durante atendimentos espirituais no centro espírita que mantinha em Abadiânia (GO).

A decisão é da juíza Rosângela Rodrigues dos Santos e já é a terceira condenação contra o médium.

A magistrada destacou que a idade avançada do réu, 77 anos, contou para redução de pena. Porém, houve agravamento da pena em razão do crime ter sido cometido em razão do ofício dele, sob o argumento de ministério de fé.

Faria está preso desde dezembro de 2018. As outras condenações foram por estupro de quatro vítimas e posse ilegal de arma. As penas já somam 63 anos e quatro meses de reclusão.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE