Armeiro de Aquidauana é preso com arsenal e munições de vários calibres

No local funcionava um comércio ilegal de armas.

| TOP MíDIA NEWS/DA REDAçãO/O PANTANEIRO


Foto: Reprodução/O Pantaneiro

Em apoio ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) se deslocaram até a cidade de Aquidauana para auxiliar no cumprimento de mandados de prisão. 

Em um  deles as equipes foram até uma residência onde funcionava ilegalmente um comércio de armas. Ao todo foram apreendidas 17 armas de fogo, entre espingardas e revólveres, sete espingardas de pressão e 393 munições de diversos calibres. 

O autor, um homem de 44 anos e dono da residência, e os materiais foram encaminhados à 1ª Delegacia de Polícia Civil para providências. Em outra abordagem, um homem de 20 anos que estava com mandado de prisão em aberto também foi preso e conduzido à delegacia. 

Participaram da operação equipes do Batalhão de Choque e da Força Tática do 7º Batalhão de Polícia Militar de Aquidauana.

Operação

A Operação Balcão de negócios foi deflagrada nesta segunda-feira em Aquidauana e Campo Grande. O objetivo foi de desarticular organização criminosa dedicada ao tráfico de drogas, de armas e corrupção policial. Ao todo, foram 12 mandados de prisão preventiva, quatro de prisão temporária e 11 de busca e apreensão.

Um policial foi preso em Aquidauana e outro que é de Aquidauana foi preso em Campo Grande. Um terceiro, que é policial civil aposentado e hoje trabalha como advogado, também foi alvo de mandado de prisão e de busca e apreensão. A prisão dele foi acompanhada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional de Aquidauana, presidida por Vinicius Brito.

Em junho, pouco mais de 100 quilos de cocaína que estavam escondidos na Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana desapareceram. A droga havia sido apreendida em um caminhão, com um homem de 68 anos. No dia 10 de junho, foi dado falta do entorpecente e teve início uma investigação que terminou com pelo menos 15 pessoas presas, entre elas o delegado Eder Oliveira Moraes, que era o titular da unidade policial.

Em apoio ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) se deslocaram até a cidade de Aquidauana para auxiliar no cumprimento de mandados de prisão. 

Em um  deles as equipes foram até uma residência onde funcionava ilegalmente um comércio de armas. Ao todo foram apreendidas 17 armas de fogo, entre espingardas e revólveres, sete espingardas de pressão e 393 munições de diversos calibres. 

O autor, um homem de 44 anos e dono da residência, e os materiais foram encaminhados à 1ª Delegacia de Polícia Civil para providências. Em outra abordagem, um homem de 20 anos que estava com mandado de prisão em aberto também foi preso e conduzido à delegacia. 

Participaram da operação equipes do Batalhão de Choque e da Força Tática do 7º Batalhão de Polícia Militar de Aquidauana.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE