Em meio à pandemia, dengue atinge quase 700 pessoas em Dourados

Município já registra 1.390 notificações com uma morte ocorrida no final do mês de janeiro.

| MIDIAMAX/MARCOS MORANDI


CCZ intensifica fiscalização em terrenos. (Foto:Divulgação)

Preocupada com a propagação do coronavírus, muita gente tem deixado de lado os cuidados com a escalada da dengue em Dourados. Os números revelados pelo Núcleo de Vigilância Epidemiológica do município mostram que já existem 1.390 notificações, com 640 casos confirmados.

Os dados da Prefeitura também apontam que 291 pessoas ainda aguardam resultados. “Temos registros de que famílias inteiras estão com dengue aqui em Dourados e isso é uma constatação muito preocupante por essa é uma doença que mata e às vezes parece que as pessoas não estão atentas para o problema', afirma Rosana Alexandre da Silva, coordenadora do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Dourados.

A coordenadora lembra que os cuidados precisam ser redobrados e que, nesse período de isolamento social, as pessoas estar atentas. “Todo mundo tem que fazer sua parte e não esquecer de fazer as vistorias no interior do quintal', observa a Rosana.

Além dos casos já confirmados e outras centenas de notificações suspeitas, Dourados já registrou uma morte causada pela dengue. Trata-se de um idoso de 61 anos que contraiu a doença no dia 26 de janeiro, falecendo no dia 31.


Curta a página JORNAL RADAR MS e seja o primeiro a saber de todas as notícias do Mato Grosso do Sul.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE