Em dia de 'ciclone bomba', MS registra 1022 raios

Dados do Grupo de Eletricidade Atmosférica do Inpe, indicam que foram 729 descargas em período de quatro horas,

| LUCIA MOREL / CAMPO GRANDE NEWS


Foram 729 ocorrências de raios entre 16h e 20h de ontem. (Foto: Reprodução)

Com 1.022 raios registrados ontem em Mato Grosso do Sul, o ELAT/INPE (Grupo de Eletricidade Atmosférica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), revela que maioria deles foi entre 16h e 20h, quando 729 raios “cortaram' o céu de MS.

O horário coincide com o evento “ciclone bomba', que atingiu ontem estados do sul do Brasil, mas o grupo não confirma se a “tempestade de raios' em solo sul-mato-grossense tem relação com o fenômeno. “Teria que haver um estudo para afirmar isso', informa o ELAT.

Apesar disso, o grupo afirma que “esse número de 729 raios, podemos considerar muito alto, devido o intervalo de tempo, principalmente pela época do ano'. O normal seria em torno de 100 raios no período.

Mesmo com alerta de vendaval emitido ontem pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a passagem do “ciclone bomba' chegou fraca e não provocou estragos em Mato Grosso do Sul. Já no sul do País, houve inclusive mortes.

Por aqui, os ventos chegaram a 65,5 km por hora e segundo a Coordenadoria estadual de Defesa Civil, nenhuma das coordenadorias municipais notificou incidentes em decorrência dos ventos.


Curta a página JORNAL RADAR MS e seja o primeiro a saber de todas as notícias do Mato Grosso do Sul.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE