Prefeitura de Campo Grande define retorno do toque de recolher

A decisão foi tomada após reunião com representantes do comércio e da Secretaria de Saúde, por conta do aumento do contágio do coronavírus na cidade.

| DOURADOSNEWS / DA REDAçãO


Ficou definida a volta do toque de recolher, da meia-noite às 5 horas da manhã - Crédito: Divulgação

A Prefeitura de Campo Grande publicou  nesta quarta-feira (25) novas medidas de prevenção à pandemia da Covid-19. A decisão foi tomada após reunião com representantes do comércio e da Secretaria de Saúde, por conta do aumento do contágio do coronavírus na cidade.

Após reunião, ficou definida a volta do toque de recolher, da meia-noite às 5 horas da manhã, a partir da madrugada desta quinta para sexta-feira, aumento da fiscalização da Vigilância Sanitária e Guarda Civil Metropolitana para cumprimento do decreto e oferta de novos leitos de UTI.

Nos últimos dias, a equipe técnica da Secretaria de Saúde observou um aumento expressivo da contaminação de pacientes mais jovens, entre 20 e 39 anos. “Hoje, de cada 100 testes, 30% dão positivo. Este percentual, até alguns dias atrás, era de 23% a 25%. Nossa preocupação é que daqui a pouco estes jovens passem a contaminar avós, pais, tios, de 60 anos ou mais, criando a necessidade de mais leitos e até o aumento da letalidade”, explicou o secretário de Saúde, José Mauro.

Ele ressalta que a Secretaria de Saúde está analisando os números diariamente e, prevendo necessidade de aumento da oferta de UTI, já está preparando para as próximas semanas a efetivação de novos leitos para atendimento de pacientes com Covid-19.

Levando em consideração que não houve aumento da média móvel de mortalidade, apesar de aumento da positividade dos testes – refletindo principalmente entre jovens, o horário do comércio não será alterado. Por enquanto, também não haverá alteração no sistema do transporte público coletivo, sendo mantido o uso obrigatório de máscara.

 


Curta a página JORNAL RADAR MS e seja o primeiro a saber de todas as notícias do Mato Grosso do Sul.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE