Homem alvejado por pistoleiros após sair de presídio, morre a caminho de hospital

Disparos atingiu o abdomen, nas nádegas e no braço esquerdo.

| JD1 NOTíCIAS/MARCOS TENóRIO


Edilson Rodrigues dos Anjos, de 32 anos, morreu no final da tarde desta quarta-feira (2) após ser baleado minutos depois de ter deixado Instituto Penal de Campo Grande (IPCG). Ele foi preso em setembro após cometer um roubo em Ponta Porã.

O ex-detento estava com o alvará de soltura em suas mãos, quando foi atingido pelos disparos, que atingiu o abdomen, nas nádegas e no braço esquerdo. 

Testemunhas contaram à polícia, que uma Fiat Toro ocupada por três homens, passou no local e fez os disparos. Além de Edilson que estava sendo colocado em liberdade, mais duas pessoas ficaram feridas, uma criança e uma jovem de 22 anos.

Ele foi reanimado pelo Corpo de Bombeiros, e foi encaminhado para a Santa Casa, mas nem chegou a dar entrada na unidade hospitalar, Edilson veio a óbito dentro da viatura.

Ele havia sido preso no dia 28 de setembro deste ano, por estar envolvido em um assalto a uma empresário de Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai. Armas e dinheiro foram levadas do local.

O homem foi preso em Jaraguari, por posse ilegal de arma de fogo, mas já havia um boletim de ocorrência contra ele.


Curta a página JORNAL RADAR MS e seja o primeiro a saber de todas as notícias do Mato Grosso do Sul.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE