Rede Municipal de Saúde de Caarapó ganha mais um reforço com contratação de médica

A nova profissional, que é cirurgiã e está se especializando em Saúde da Família, vai atender no ESF V, posto de saúde localizado na Avenida XV de Novembro, a partir desta semana.

| CAARAPONEWS/DILERMANO ALVES


Prefeito André Nezzi dá as boas-vindas à médica Denize Mariano Dávila, que passa a integrar a Rede Municipal de Saúde de Caarapó. Foto: Dilermano Alves

A Rede Municipal de Saúde de Caarapó acaba de receber um importante reforço. A partir desta semana, começa a atender a população a médica Denize Mariano Dávila, designada pelo Programa Mais Médicos.

A nova profissional, que é cirurgiã e está se especializando em Saúde da Família, vai atender no ESF V, posto de saúde localizado na Avenida XV de Novembro, a partir desta semana.

O prefeito André Nezzi (PSDB) recepcionou a nova médica da Rede Municipal de Saúde na última sexta-feira (20), em encontro do qual também participou a coordenadora de Atenção em Saúde do Município, enfermeira Valéria Barros de Oliveira. Na oportunidade, quando deu as boas-vindas à nova profissional, o prefeito de Caarapó comemorou a ampliação do quadro de médicos integrantes da rede pública em Caarapó. “Com mais esse reforço, nossa equipe totaliza agora 20 profissionais da medicina em seu quadro, sendo, em proporção, um dos municípios do estado com maior número de médicos por habitante”, observou. Somente na gestão do atual dirigente, que teve início em setembro do ano passado, a rede de saúde mantida pela prefeitura ganhou o reforço de quatro novos profissionais médicos.

Mais Médicos

O Programa Mais Médicos (PMM) é parte de um amplo esforço do Governo Federal, com apoio de estados e municípios, para a melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Além de levar mais médicos para regiões onde há escassez ou ausência desses profissionais, o programa prevê, ainda, mais investimentos para construção, reforma e ampliação de Unidades Básicas de Saúde (UBS), além de novas vagas de graduação, e residência médica para qualificar a formação desses profissionais.

Assim, o programa busca resolver a questão emergencial do atendimento básico ao cidadão, mas também cria condições para continuar a garantir um atendimento qualificado no futuro para aqueles que acessam cotidianamente o SUS. Além de estender o acesso, o programa provoca melhorias na qualidade e humaniza o atendimento, com médicos que criam vínculos com seus pacientes e com a comunidade.


Curta a página JORNAL RADAR MS e seja o primeiro a saber de todas as notícias do Mato Grosso do Sul.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE